Confrontos deixam dois mortos na capital peruana

Confrontos entre a polícia e comerciantes no centro de Lima deixaram dois mortos e mais de 40 feridos na quinta-feira e nesta sexta-feira na capital peruana. Os comerciantes fazem parte de um mercado atacadista e se opõem à realocação do local ordenada pela prefeitura. Os dois homens foram mortos a tiros. Um deles tinha 32 anos e o outro tinha 21 anos. Pelo menos 21 pessoas foram detidas pela polícia peruana e vários policiais ficaram feridos nos confrontos.

AE, Agência Estado

26 de outubro de 2012 | 17h29

Segundo o ministro do Interior Wilfredo Pedraza, o tumulto começou quando policiais colocaram na quinta-feira, na entrada do mercado - conhecido como La Parada, no bairro de Victoria -, blocos de concreto para impedir que caminhões descarregassem mercadorias, o que desencadeou a ira dos comerciantes. A administração municipal ordenou que eles se mudem para o mercado de Santa Anita, no leste da cidade, decisão que encontrou resistência.

José Roca, diretor do Hospital Dos de Mayo, disse que um homem de 32 anos morreu após receber um tiro no abdome e outro de 21 anos faleceu após levar um tiro na cabeça. Outras 46 pessoas foram atendidas no pronto-socorro, algumas com tiros e a maioria com contusões múltiplas. Roca também afirmou que oito dos feridos eram policiais e um era um funcionário da secretaria de segurança pública.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
PeruLimaviolênciaLa ParadaVictoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.