Confrontos deixam pelo menos um morto em Najaf

Pelo menos uma pessoa morreu e 20 ficaram feridas durante confrontos entre soldados norte-americanos e milicianos leais ao religioso Muqtada al-Sadr na cidade sagrada de Najaf, no sul do Iraque. O número de vítimas pode aumentar porque ambulâncias ainda estão sendo enviadas para socorrer mais feridos. Não há informação sobre baixas de soldados dos EUA. Alguns dos combates ocorreram na praça de Thawrat al-Ishrin e foram tão intensos que a cerca entre a praça e o cemitério que fica ao lado foi destruída. Três morteiros caíram a 300 metros da mesquita do imã Alí, um dos lugares considerados mais sagrados pelos xiitas islâmicos. Testemunhas disseram que não houve vítimas. Neste domingo, forças norte-americanas e iraquianas de segurança invadiram uma mesquita de Kufa sob o argumento de que rebeldes a usavam para esconder armas. Segundo o exército dos EUA, pelo menos 32 rebeldes morreram na operação. Em outra cidade sagrada, Karbala, os milicianos parecem ter abandonado suas posições após semanas de combates.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.