Confrontos entre partidários e opositores do ditador sírio matam 5 em Trípoli

Cinco homens foram mortos ontem na cidade libanesa de Trípoli em confrontos sectários entre atiradores favoráveis ao ditador da Síria, Bashar Assad, ou aos rebeldes que desde março de 2011 tentam derrubar seu regime. Desde a terça-feira, dez pessoas foram mortas em combates esporádicos ocorridos na cidade, na mais recente onda de violência que tem suas raízes na guerra civil que devastou o Líbano entre 1975 e 1990.

O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2012 | 23h48

O conflito sírio tem polarizado a sociedade libanesa novamente. Trípoli é uma cidade de maioria sunita - assim como a maior parte dos rebeldes que tentam depor o governo do país vizinho. Mas também abriga uma significativa comunidade alauita, ramo do xiismo do qual o presidente sírio é fiel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.