Confrontos matam 2 da Otan e dezenas do Taliban, dizem EUA

Dois soldados da Otan foram mortosdurante uma patrulha na quarta-feira no sul do Afeganistão, umdia depois da morte de mais de 30 insurgentes em áreas onde hápresença da guerrilha Taliban, segundo os militares dos EUA. Uma autoridade provincial disse na quarta-feira que várioscivis foram mortos numa operação de tropas sob comando dos EUAcontra supostos militantes do Taliban na província de Ghazni,no sul do país, também na quarta-feira. Os militares dos EUA confirmaram a operação, dizendo que osmortos eram militantes, mas admitiram que houve não-combatentesferidos. Cumprindo as normas em vigor, as fontes militares nãoesclareceram a nacionalidade dos dois soldados da Otan queforam mortos, nem onde o incidente aconteceu. A violência aumenta nos últimos 19 meses no Afeganistão,período mais sangrento desde a queda do regime islâmico doTaliban, no fim de 2001. Mais de 20 insurgentes foram mortos em dois incidentesseparados na terça-feira na província de Candahar, no sul dopaís, enquanto outros dez morreram em combate na vizinhaprovíncia de Uruzgan, segundo os militares dos EUA. O Taliban negou que qualquer dos seus combatentes tenhamorrido, e não houve relatos independentes sobre o queaconteceu. (Reportagem adicional de Hamid Shalizi em Cabul)

REUTERS

05 de setembro de 2007 | 10h45

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOCONFRONTOSMORTES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.