Confrontos matam 6 soldados e 3 civis na Síria

Confrontos na Síria deixaram seis membros das forças de seguranças e três civis mortos em Hirak, no sul da província de Deraa, nesta segunda-feira, informou o Observatório Sírio pelos Direitos Humanos. "Soldados dissidentes atacaram nesta segunda-feira um micro-ônibus levando seis membros das forças de segurança quando eles seguiam para fazer prisões em Hirak, matando todos os passageiros. Dois tanques entraram na cidade e abriram fogo, matando três civis", afirmou o grupo em comunicado enviado à France Presse.

AE, Agência Estado

30 de janeiro de 2012 | 08h19

A agência estatal Sana informou que um grupo armado de "terroristas" havia explodido um gasoduto. Segundo a Sana, o gasoduto ficava na província de Homs, no centro do país, em uma área próxima da fronteira com o Líbano. Não havia mais detalhes sobre as explosões. Houve vários ataques contra gasodutos desde o início do levante na Síria, em meados de março, mas não está claro quem está por trás dessas ações.

O regime do presidente Bashar Assad culpa "terroristas" pelo levante que já dura 10 meses no país. Segundo as Nações Unidas, mais de 5.400 pessoas foram mortas na violência na Síria nesse período. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.