Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Confrontos matam dezenas em fronteira Norte-Sul no Sudão

Os ex-rebeldes do sul do Sudão acusaramno sábado os rebeldes do norte de atacá-los pela segunda vez emuma semana em confrontos que deixaram dezenas de mortos navolátil região que divide o país. Um acordo de paz acertado em 2005 pôs fim à guerra civilmais longa da África no sul do Sudão, mas desde então temhavido acusações mútuas de violações e uma lenta implementaçãodo mesmo. O acordo estabeleceu um processo de transformaçãodemocrática, a divisão do poder e da riqueza e um referendo emque o sul votará sua independência em 2011. "Houve uma congregação de milícias...e de forças armadassudanesas e eles atacaram áreas (civis) em Bahr el-Ghazal",disse à Reuters Garang Jiel Akwar, parlamentar do Movimentopara a Liberação do Povo do Sudão (MLPS). Akwar disse que o ataque de sábado deixou 28 civis mortos eque o braço militar do MLPS havia utilizado as milíciasapoiadas por membros locais do Exército para proteger oscidadãos. As Forças Armadas do Sudão negaram ter tido algum papel noconfronto e não tinham detalhes dos choques. (Por Opheera McDoom)

REUTERS

29 de dezembro de 2007 | 19h44

Tudo o que sabemos sobre:
SUDAOCONFRONTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.