Confrontos no Nepal deixam ao menos 9 mortos e 25 feridos

Pelo menos nove pessoas, entre elas duas mulheres, morreram nesta quarta-feira, 21, e outras 25 ficaram feridas em confrontos entre militantes maoístas e membros de um grupo nacionalista na cidade de Gaur, no sul do Nepal, segundo um porta-voz da Polícia.Os choques ocorreram quando cerca de 700 maoístas e 1,5 milmilitantes da organização Madhesi Janaadhikar Forum (MJF, Fórum para a Defesa dos Direitos dos Madhesi) se dirigiram para um mesmo local para realizar encontros políticos diferentes.A Polícia atirou para o alto para conter os distúrbios, quemataram nove pessoas e feriram outras 25, algumas delas gravemente, disse o porta-voz da Polícia de Katmandu, Sushil Bar Singh Thapa.Após os choques, as autoridades impuseram um toque de recolher que vigorará até a próxima quinta-feira, 22, em Gaur, cidade de 28 mil habitantes situada cerca de 150 quilômetros ao sul da capital do país. Gaur também é a capital do distrito de Rautahat, na fronteira com a Índia. IncorporaçãoOs maoístas, que discutem com o governo sua incorporação noExecutivo, e o MJF, que luta pelos interesses da etnia madhesi epela autonomia política do território, já se enfrentaram váriasvezes no Nepal. A população do sul do Nepal, de origem indiana, tem uma composição étnica diferente dos habitantes das montanhas.No começo do ano, os madhesi lideraram uma revolta que matou 25 pessoas para pedir mais representação parlamentar, o que o governo aceitou.Os distúrbios mais recentes coincidem com a greve por tempoindeterminado convocada por empresários do Nepal contra os maoístas, os quais acusam de intimidarem e extorquirem os comerciantes do país.A guerrilha maoísta assinou em novembro um acordo com o governo pelo qual se comprometeu a encerrar os conflitos após uma década de guerra civil, que matou cerca de 13 mil pessoas.O acordo previa a incorporação dos rebeldes ao governo, o queestá atualmente em negociações, e a convocação de eleições para uma Assembléia Constituinte que decidirá se o Nepal continua sendo uma monarquia ou se transforma em república.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.