Confrontos no Sri Lanka deixam 40 mortos

Os combates entre o Exército do Sri Lanka e a guerrilha tâmil continuam no distrito de Trincomalee, no leste do país, e teriam causado cerca de 40 mortes, segundo números não oficiais.O conselheiro de Defesa do presidente cingalês, general Palitha Fernando, informou que os rebeldes Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) tentaram assumir o controle de três regiões administradas pelo governo no distrito de Trincomalee."O LTTE tentou controlar Kattaparichchan, Mahindapura e Selvanagar", disse Fernando, acrescentando que as forças de segurança cingalesas rechaçaram o ataque. Os combates continuavam nesta quarta-feira no povoado muçulmano de Mutur, controlado pelo governo e cercado por aldeias sob controle da guerrilha.No entanto, a guerrilha do LTTE anunciou que tomou o controle do povoado. Segundo a imprensa local, os civis na região afirmam ter visto vários corpos de mulheres combatentes do grupo. Fontes de organizações humanitárias em Trincomalee afirmam que pelo menos 10 soldados cingaleses e cerca de 30 rebeldes foram mortos, embora o governo não divulgue o número total de baixas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.