Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Confrontos violentos explodem em cidade sul-sudanesa após ataque

Os soldados conseguiram restabelecer a calma e recuperar o controle da situação no fim de sexta-feira

O Estado de S.Paulo

15 Abril 2017 | 06h58

JUBA - As forças leais ao governo do Sudão do Sul enfrentaram os rebeldes liderados pelo ex-vice-presidente Riek Machar na cidade de Raya, capital do Estado de Lul, no noroeste do país, depois que estes atacaram a cidade, informou à Agência Efe uma fonte governamental.

Os soldados conseguiram restabelecer a calma e recuperar o controle da situação no fim de sexta-feira, 14, assegurou Amr Ishaq, ministro de Juventude do Estado em declarações por telefone da cidade de Raya.

Além disso, ele destacou que foram registradas 58 mortes entre os rebeldes e que não há vítimas nas filas governamentais.

Os rebeldes fizeram ao meio-dia de sexta um ataque sobre a cidade, que foi palco de outros ataques nos meses passados.

O conflito entre o governo e a oposição armada recomeçou no Sudão do Sul desde o último semestre, quando explodiu de novo a violência entre os dois lados, e devido ao fracasso na aplicação do acordo de paz de agosto de 2015. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Sudão do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.