Confusão em festival no Camboja deixa 17 mortos

Pelo menos 17 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em uma confusão ocorrida hoje em um festival no Camboja, informaram funcionários do setor de saúde e testemunhas. Segundo as autoridades, os populares celebravam um festival da água em uma pequena ilha fluvial, quando começou o pânico.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2010 | 16h47

As autoridades cambojanas estimam que quase 2 milhões de pessoas estão na capital, Phnom Penh, para o festival de três dias em homenagem às águas. A principal atração é uma regata tradicional no rio Tonle Sap.

A regata foi feita com sucesso na tarde de hoje e o pânico teve início depois na pequena ilha de Koh Pich, onde acontecia um show de música. A vendedora de refrigerantes So Cheata disse que a confusão começou quando 10 pessoas desmaiaram, após serem prensadas pela multidão que se aglomerava para assistir ao espetáculo. Ela disse que isso desencadeou o pânico e muitas pessoas começaram a correr sem motivos. Parte da multidão foi para uma ponte, que então ficou apinhada, com pessoas pisoteando outras ou sendo empurradas para as águas do rio.

Um funcionário no principal hospital de Phnom Penh, o Hospital Calmette, disse que 17 corpos foram retirados do rio e levados ao local. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
confusãofestivalCambojamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.