Confusão na Love Parade deixa 19 mortos na Alemanha

Vítimas foram esmagadas em túnel na cidade de Duisburg; pelo menos 340 ficaram feridas

AP e Reuters, Agência Estado

24 de julho de 2010 | 15h21

 

 

BERLIM - Pelo menos 19 pessoas morreram e 340 ficaram feridas em meio a um movimento de pânico em massa ocorrido hoje em um túnel durante o evento anual de música techno Love Parade, em Duisburg, próximo à cidade alemã de Düsseldorf. A polícia não deu detalhes, mas de acordo com a agência de notícias DAPD a confusão começou após as autoridades tentarem impedir que milhares de pessoas entrassem na área onde a parada ocorria.

Segundo a DAPD, as vítimas foram esmagadas e trabalhadores de emergência tiveram problemas para conseguir chegar até elas. Estações de televisão informaram que a festa continuou após o acidente, já que muitos outros participantes não viram o que havia ocorrido.

 

Dezesseis pessoa morreram na hora da confusão, e outras três após terem sido hospitalizadas.

 

O festival, que foi assistido por 1,4 milhão de pessoas, não foi imediatamente cancelado pelo temor das autoridades de que essa decisão provocasse um segundo incidente.

 

O trabalho de resgate era atrapalhado pelo multidão que participava de um dos maiores eventos musicais europeus, disseram fontes. Pessoas de todo o continente chegaram para o Love Parade, a maioria entre 18 e 25 anos.

 

"É uma situação horrorosa, especialmente porque os socorristas não conseguem chegar aos feridos", disse o repórter Thomas Muenten, e afirmou que os assistentes literalmente pisotearam outras pessoas em seu caminho ao túnel.

 

"Para evitar um caos maior, o evento não foi cancelado. Estão pedindo que as pessoas abandonem a área tranquilamente", acrescentou.

 

As ambulâncias chegaram ao local para recolher vítimas e a polícia armou uma estação de primeiros socorros próxima a entrada do túnel. Imagens de televisão mostraram que a música ainda tocava enquanto helicópteros de resgate sobrevoavam o evento.

 

O novo presidente da Alemanha expressou sua tristeza pelas mortes. "Uma catástrofe como essa que traz morte, sofrimento e dor durante um festival pacífico de pessoas jovens e felizes é terrível", disse Christian Wulff em um comunicado do seu gabinete.

 

O Love Parade já foi uma instituição em Berlim, mas tem sido realizado na zona industrial do Ruhr desde 2007.

 

O movimento cresceu a partir de uma demonstração de paz de 1989 que celebrava a cultura club. Em seu pico, 1,5 milhão de pessoas participaram do evento em 1999.

 

Atualizado às 2h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.