Congo e grupo rebelde assinam acordo de paz

O governo da República Democrática do Congo (RDC) e o movimento rebelde M23 assinaram hoje um acordo de paz por meio do qual o grupo insurgentes desmobilizará seus combatentes e se converterá em partido político. O anúncio foi feito pelo governo do Quênia.

AE, Agência Estado

12 de dezembro de 2013 | 19h13

O acordo foi assinado em Nairóbi em uma cerimônia assistida pela presidente de Malavi, Joyce Banda, e pelo presidente de Uganda, Yoweri Museveni, que também preside a Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos.

Pelo acordo, os integrantes do M23 serão anistiados pelos "atos de guerra". O documento também prevê o direito de retorno dos refugiados pelo conflito.

O M23, formado principalmente por rebeldes da etnia tutsi, iniciou uma rebelião contra o governo congolês em abril de 2012. A insurgência concentrou-se principalmente no leste do Congo, região de grandes riquezas minerais e politicamente instável. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CongoM23acordopazrebeldeRDC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.