Congo: Exército afirma ter matado 120 rebeldes

O exército da República Democrática do Congo (RDC) alegou nesta segunda-feira ter matado 120 rebeldes da milícia M23 em confrontos ocorridos no leste do país. Além dos 120 rebeldes, 20 soldados da RDC perderam a vida na ofensiva. As informações sobre o número de mortos foram divulgadas em Kinshasa por Lambert Mende, porta-voz do exército congolês.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2013 | 13h17

Os rebeldes teriam sido mortos na captura do povoado de Kibati. Moradores confirmaram nesta segunda-feira que o exército congolês capturou a cidade.

Os novos confrontos entre o exército e os rebeldes do M23 tiveram início ontem à tarde, quando mais de cem rebeldes disfarçados de mulheres entraram no Congo pela fronteira com Ruanda, relataram moradores de Kibati. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
CongoviolênciaexércitorebeldesM23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.