Congressista e guarda-costas são mortos nas Filipinas

Um homem armado com uma pistola matou hojeum congressista filipino e seu guarda-costas quando saíam de umaigreja em Metro Manila, onde o político havia assistido a umcasamento, informou a polícia. Luis Purugganan, deputado pela província de Abra (norte), foibaleado no pescoço quando ia em direção ao seu carro, que estavaestacionado em frente à igreja de Mount Carmel, na cidade de Quezon. Segundo a polícia, após o atentado houve uma troca de tiros entreo assassino e dois guarda-costas do deputado, matando um deles. Ooutro segurança ficou ferido, assim como um jovem de 16 anos queestava no local e foi atingido em uma das pernas. A Polícia disse que o assassino fugiu em uma moto dirigida por umcúmplice que aguardava nas proximidades da igreja. Até agora, a razão do assassinato é desconhecida, mas a polícianão descarta a hipótese de crime político. O assassinato ocorreu dois dias após Robert Jaworski, deputadopelo Pasig, escapar ileso de um atentado à bomba quando dirigia seucarro no mesmo distrito de Metro Manila.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2006 | 22h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.