Congressistas americanos pressionam Hu Jintao por melhora em direitos humanos

Presidente chinês se encontrou com líderes do Senado e da Câmara

associated Press

20 de janeiro de 2011 | 15h37

WAASHINGTON - O presidente chinês Hu Jintao ouviu nesta quinta-feira, 20, discursos preocupados com as políticas econômicas e de direitos humanos na China, em sua visita oficial aos congressistas em Capitol Hill, em Washington.

 

Hu se encontrou separadamente com líderes da Câmara e do Senado nesta quinta antes de um almoço com empresários, que antecede sua viagem a Chicago.

 

O porta-voz da Câmara, John Boehner, disse que um comunicado que membros da Câmara que estavam na reunião "levantaram nossas fortes e crescentes preocupações com relatos de violações de direitos humanos na China, incluindo a falta de liberdade religião e o uso de aborto coercitivo" como o resultado da política do filho único.

 

Ele disse que os congressistas também comentaram a necessidade da China melhorar a proteção à propriedade intelectual e controlar o comportamento agressivo da Coreia do Norte.

 

Hu se encontrou mais tarde com o líder do Senado, Harry Reid, e com os principais senadores no Conselho de Relações Exteriores.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAHu JintaoCongresso americano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.