Congresso americano descarta retirada de tropas do Iraque

A Câmara dos Representantes (deputados) do Congresso americano aprovou nesta quinta-feira uma resolução que descarta a escolha de uma data para a retirada das tropas do Iraque. Um total de 256 congressistas se declararam a favor da medida, enquanto 153 se opuseram, depois de muitos debates.Os democratas taxaram a votação como uma "farsa política", criticando a proposta do congressista republicano Henry Hyde."É o momento de afrontar os fatos", alfinetou Nancy Pelosi, líder democrata na Câmara, em referência aos planos do presidente George W. Bush de prosseguir com as operações bélicas no Iraque.O líder da maioria republicana, John Boehner, acha que a hipótese da retirada das tropas não deveria existir. "Conseguir a vitória é única opção para o povo americano e para os nossos filhos", afirmou. A votação aconteceu um dia depois do Senado rejeitar por seis votos a favor e 93 contra a retirada das tropas antes do final do ano. Na quinta-feira, o Senado também aprovou um pacote de US$ 65,8 bilhões para que o Pentágono compre mais material de combate para as guerras do Iraque e do Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.