Congresso de Honduras convoca votação sobre Zelaya

O presidente do Congresso de Honduras, José Alfredo Saavedra, convocou hoje os deputados para votar, no dia 2 de dezembro, sobre a restituição ou não do presidente deposto, Manuel Zelaya.

AE-AP, Agencia Estado

17 Novembro 2009 | 17h13

Zelaya e o governo de facto de Roberto Micheletti chegaram a firmar um pacto, para formarem um governo de união. O líder deposto, porém, exigia primeiro seu retorno, para então discutir o gabinete. A decisão sobre a volta ou não de Zelaya ficou nas mãos do Congresso.

O presidente foi destituído no dia 28 de junho do cargo por militares em cumprimento a uma ordem da Suprema Corte do país. A ação foi uma resposta à insistência de Zelaya em realizar um plebiscito para mudar a Constituição e permitir sua candidatura à reeleição. Zelaya foi preso em casa e levado a uma base aérea, de onde embarcou para a Costa Rica.

Os deputados de Honduras nomearam Roberto Micheletti, então líder do Congresso, como novo presidente do país. Foi o primeiro golpe de Estado na América Central desde 1993, quando militares guatemaltecos derrubaram o presidente Jorge Serrano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.