Congresso do México legaliza posse de drogas para uso pessoal

O Congresso do México aprovou nesta sexta-feira um projeto de lei que legaliza a posse de drogas para uso pessoal - descriminalizando o transporte de pequena quantidade de maconha, ecstasy, cocaína e mesmo heroína. O projeto, aprovado no Senado por 53 votos a 26, com uma abstenção, já passou pela Câmara dos Deputados. Para se tornar lei, o projeto tem agora de ser sancionado pelo presidente Vicente Fox, que, segundo seu escritório, é a favor da medida apesar de suas implicações no combate às drogas. "A presidência congratula o Congresso pela aprovação das reformas", disse o porta-voz presidencial, Ruben Aguilar. "Essa lei dá à polícia e promotores melhores instrumentos legais para combater crimes relacionados às drogas que tantos danos causam aos jovens".O projeto legaliza a posse de 25 miligramas de heroína, 5 gramas de maconha (cerca de cinco cigarros) ou 0,5 grama de cocaína."Nenhuma acusação será apresentada contra viciados ou consumidores que estejam de posse de qualquer narcótico para uso pessoal", dita o projeto de lei.O governo dos Estados Unidos não se manifestou imediatamente sobre a situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.