Congresso pode ter resolução sobre Iraque na quinta

A Câmara e o Senado dos EUA se preparam para conceder ao presidente George W. Bush autoridade para utilizar a força militar contra o Iraque e Saddam Hussein, a quem chamou de "ditador homicida" e maior ameaça contra a paz mundial. Ambas as casas devem iniciar debates formais nesta terça-feira para discutir o assunto, os quais devem estar concluídos na quinta-feira à noite.A expectativa é que seja aprovada uma resolução liberando o presidente norte-americano para utilizar seu exército para desarmar o Iraque e, se possível, depor Hussein. A resolução em discussão no Congresso requer das Nações Unidas novas e rigorosas regras para inspeção no Iraque e eliminação das armas de destruição, e que conceda ao presidente autoridade para agir unilateralmente se as Nações Unidas falharem em sua missão.A resolução prevê também que o presidente informe o Congresso, com 48 horas de antecedência, qualquer iniciativa militar contra o Iraque e porque os esforços diplomáticos foram inadequados. Bush disse ontem, durante discurso, que a autorização para ataque militar "não significa que uma ação militar é iminente ou inquestionável. A resolução dirá às Nações Unidas e a todas as nações que a América fala com uma voz e está determinada a fazer com que as demandas do mundo civilizado signifique algo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.