AP Photo/Matt Dunham
AP Photo/Matt Dunham

Conheça o manual de etiqueta para o casamento do príncipe Harry e Meghan Markle

Os convidados para o evento terão de demonstrar boas maneiras e se ater ao estrito protocolo; saiba mais sobre as principais regras

O Estado de S.Paulo

16 Maio 2018 | 11h14

LONDRES - Ao se casar com o membro de uma das famílias mais exclusivas do mundo, a atriz americana Meghan Markle terá de aprender uma série de regras de etiqueta cujas origens se perdem no tempo.

+ Príncipe George e princesa Charlotte serão pajem e dama de honra no casamento de Harry

+ Cirurgia fará pai de Meghan Markle perder casamento da filha, diz site

Os convidados para o seu casamento com o príncipe Harry também terão de demonstrar boas maneiras e se ater ao estrito protocolo. Veja a seguir a descrição de algumas das regras que Meghan e os convidados terão de seguir, de acordo com William Hanson, especialista em etiqueta real.

+ Correio britânico lança selos do casamento do príncipe Harry e Meghan

+ Uma mestiça na realeza britânica após 257 anos

Reverências

Quando se encontram com membros da família real, os homens devem fazer uma inclinação com o pescoço e as mulheres uma reverência, formalidade que inclusive alguns líderes mundiais consideram difícil.

"Não é uma genuflexão até o chão, porque depois pode não conseguir se levantar. É uma inclinação da cabeça, as mãos colocadas ao lado, um pé atrás do outro. Dobra os joelhos e mantém as costas retas", explicou Hanson.

Espera-se que Meghan aprenda rapidamente o protocolo com a ajuda de cortesãos e membros da família real. Se estiver com o príncipe Harry, ela assume o seu posto, e os membros da família real abaixo deste devem fazer a reverência.

"Mas se Meghan estiver andando sozinha por um corredor e se encontrar com a princesa Beatrice, que tem sangue real, é Meghan quem terá de fazer a reverência a Beatrice. É confuso", admitiu Hanson.

Para os novatos, existe uma maneira fácil de identificar a classe de um membro da família real. "Pode adivinhar quando chegam aos compromissos", disse Hanson. "Quanto menos importante for, mais cedo chegará.”

Apresentações

Recentemente, o cantor Ed Sheeran deu um exemplo de como não se comportar ao cumprimentar um membro da família real ao colocar a sua mão esquerda no braço do príncipe Charles quando apertaram as mãos. "Não use a esquerda, tem de ficar de um lado", revelou Hanson. "Quebrou o protocolo."

Ao falar com a rainha, primeiro deve-se chamá-la de "Vossa Majestade" e depois "Senhora".

Vestido de noiva

Por já ter sido casada uma vez, especula-se se Meghan usará o tradicional vestido de noiva, ou algo menos formal. "Se for um vestido de noiva, não acho que será muito grande", arriscou o especialista.

Espera-se que Harry use fraque, colete brilhante e gravata, embora também possa vestir o seu uniforme militar de gala, como fez seu irmão William em 2011.

Indumentária dos convidados

O convite especifica que os convidados devem usar chapéu, um detalhe que Hanson considerou "interessante" e que pode ter relação com algumas quebras de protocolo ocorridas no casamento de William e Kate em 2011.

Samantha Cameron, mulher do então primeiro-ministro David Cameron, não usou chapéu e adornou o cabelo com algumas joias. "Segundo dizem, tampouco usava meia-calça. Como mulher de um primeiro-ministro e filha de um barão, deveria estar mais informada", explica.

O jogador de futebol David Beckham também violou as regras de etiqueta ao usar o colarinho da camisa para cima e uma medalha. "Usava uma medalha. Em primeiro lugar, a usava do lado errado e, em segundo, o convite não dizia 'com condecorações'. Não tinha de tê-la usado.”

De mãos dadas

Harry e Meghan se mostraram muito afetuosos em compromissos públicos, algo totalmente incomum na família real.

"Será interessante ver se Harry e Meghan continuarão dando as mãos em compromissos oficiais", considerou Hanson. "Não é algo muito britânico. É uma forma de emoção, e os britânicos normalmente só a demonstram com cachorros e cavalos", acrescentou. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Príncipe HarryMeghan Markle

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.