Connecticut sanciona lei de controle de armas

O governador de Connecticut, Dannel P. Malloy, sancionou uma das leis mais restritas para a posse de armas de todo o país, em resposta ao massacre na escola de Newtown, que deixou 20 crianças e 6 educadores mortos em dezembro.

Agência Estado

04 de abril de 2013 | 14h13

O Estado, onde já era proibida a venda de rifles de assalto, não permitirá o comércio de mais de 100 tipos de armas de fogo, além de impedir também a venda de pentes de munição com grande capacidade, semelhante ao usado pelo atirador Adam Lanza, de 20 anos, que matou 26 pessoas na escola fundamental Sandy Hook.

O governador, que é democrata, sancionou a lei durante uma cerimônia na quinta-feira, horas depois de ela ter sido aprovada pela Assembleia Geral do Estado. Alguns aspectos da nova legislação entram em vigor imediatamente, dentre elas a verificação de antecedentes para todas as vendas de armamentos.

O presidente Barack Obama planeja viajar para Connecticut na segunda-feira, para intensificar a pressão sobre o Congresso para que aprove uma lei federal de controle de armas. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.