Conselheiro ambiental de Obama pede demissão

Van Jones, conselheiro ambiental do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu demissão de seu cargo depois que uma série de comentários controversos feitos por ele foram divulgados pela mídia, o que levou a uma série de ataques de conservadores. O pedido de demissão, anunciado hoje, acontece em um momento em que o presidente Obama está trabalhando para ganhar terreno no debate sobre os planos de saúde.

AE-AP, Agencia Estado

06 de setembro de 2009 | 12h13

Jones, que se especializou na criação dos "empregos verdes", ambientalmente corretos, juntamente com o Conselho da Casa Branca de Qualidade Ambiental, foi vinculado a um abaixo assinado que sugeria que o governo norte-americano estaria ligado aos ataques de 11 de setembro de 2001, além de comentários difamatórios contra os republicanos. Jones pediu desculpas pelos seus atos passados, todos feitos antes de assumir um cargo na atual presidência.

Jones disse, em sua carta de demissão, que nas vésperas de lutas históricas por reformas na saúde e por energia limpa, os oponentes dessas reformas criaram uma campanha difamatória contra ele. "Eles estão usando mentiras e distorções para distrair e dividir", disse. Jones disse também que ele não pode, em sã consciência, pedir a seus colegas que gastem tempo e energia defendendo ou explicando o seu passado.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamademissãoVan Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.