Conselheiro de Obama prevê aprovar corte de impostos

O conselheiro da Casa Branca David Axelrod estimou hoje que o acordo sobre corte de impostos do presidente Barack Obama com os republicanos deve ser aprovado pelo Congresso no final do ano. Uma votação no Senado está prevista para segunda-feira e que poderá evitar um aumento, em primeiro de janeiro de 2011, de impostos de renda para quase todos os americanos. O pacote enfrenta mais resistência na Câmara, onde os democratas votaram para não permitir a aprovação sem mudanças no alívio tributário para os ricos.

AE, Agência Estado

12 de dezembro de 2010 | 13h31

Para a CNN, Axelrod disse que o objetivo da administração vai prevalecer na Câmara e classificou o acordo como "uma tremenda vitória" para a classe média, mas reconheceu que é uma concessão em relação a pontos que a Casa Branca não abraça totalmente. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAimpostovotação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.