AP Photo/Evan Vucci, File
AP Photo/Evan Vucci, File

Conselheiro de Segurança de Trump pede demissão um dia após posse de John Bolton

Bossert é o mais recente funcionário a deixar a Casa Branca; Trump agradeceu seu comprometimento com a segurança do país

O Estado de S.Paulo

10 Abril 2018 | 12h17

WASHINGTON - O assessor de segurança interna do presidente Donald Trump, Thomas Bossert, pediu demissão do cargo nesta terça-feira, 10. A informação foi divulgada pela secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders. Ela afirmou que Trump é "grato pelo comprometimento de Tom com a segurança" do país.

Bossert foi um funcionário de importância crucial na Casa Branca ao proteger o país de ameaçar cibernéticas e de terrorismo. Ele também ajudou na resposta do governo aos furacões que aconteceram no Texas, Flórida e Porto Rico. Sua demissão é a mais recente na onda de saídas de funcionários do governo Trump e acontece um dia depois que o novo conselheiro de segurança nacional, John Bolton, assumiu o cargo. // AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.