Conselheiro iraquiano afirma estar perto de líder da Al-Qaeda

O conselheiro de Segurança Nacional do Iraque, Muafaq al-Rubai, afirmou neste domingo que as forças de segurança de seu país estiveram "muito próximo de capturar o líder da Al-Qaeda no Iraque, Abu Ayub al Masri"."Quero dizer ao povo iraquiano que vamos fazer justiça e capturar Abu Ayub al Masri o quanto antes", prometeu Rubai. Em uma mensagem dirigida ao líder terrorista, o conselheiro de segurança disse que "estamos muito próximos de vocês e o quanto antes. Vamos prendê-lo e fazer frente ao seu inevitável destino".Além disso, Rubai mostrou um vídeo conseguido pelas forças de segurança no qual um homem, identificado como Masri, é mostrado depois de ser achado em um esconderijo em Yusefiya, a 40 quilômetros ao sul de Bagdá.No vídeo, o líder da Al-Qaeda no Iraque dá instruções a seus aliados sobre como preparar um carro bomba. Rubai explicou que Masri é responsável pela explosão de mais de 2 mil carros bomba que mataram cerca de 6 mil iraquianos.Abu Ayub al Masri subiu à liderança da Al-Qaeda no país pela morte de Abu Musab al-Zarqaui, em junho de 2006, depois que aviões norte-americanos atingiram o esconderijo de al-Zarqaui.ExecuçãoMuafaq al-Rubai afirmou que o número dois da Al Qaeda no país, Hamid al-Saedi, será executado no dia 27 de outubro, após sua condenação por um tribunal.Saedi foi declarado culpado do atentado de 22 de fevereiro contra um templo xiita em Samarra, episódio que provocou uma onda de violência sectária no Iraque.Segundo o conselheiro do Governo iraquiano, Saedi foi julgado em agosto pelo Alto Tribunal Criminal iraquiano, que lhe condenou à forca em uma audiência realizada na semana passada."A aplicação da sentença de morte de Saedi será cumprida um mês após o veredicto", disse Rubai em entrevista coletiva em Bagdá.Rubai també declarou que os corpos de segurança de seu país estiveram "muito perto de capturar o líder da Al Qaeda no Iraque, Abu Ayub al-Masri".Esta matéria foi atualizada às 14h13 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.