Conselho de direitos da ONU fará sessão especial sobre Israel

O Conselho de Diretos Humanos da ONU realizará na próxima quarta-feira, 15, sua terceira sessão especial sobre Israel, desta vez para analisar alegados abusos a direitos ao norte de Gaza, disseram autoridades da ONU. Um depoimento do Serviço de Informação da ONU liberado no fim da segunda-feira disse que a sessão foi agendada a pedido do embaixador do reino de Bahrain em nome do grupo de estados Árabes e do embaixador do Paquistão em nome dos 57 membros da Organização de Conferência Islâmica. China, Cuba e Rússia, por exemplo, foram três dos países que apoiaram o pedido. Uma sessão especial é exigida de um terço dos 47 membros do Conselho a requisitarem. O pedido foi assinado por 24 países. Miriam Hughes, da missão americana para assuntos da ONU em Nova York, disse na sexta-feira que algumas nações vêem o conselho "apenas como outra arena na qual podem jogar seus jogos artificiais". "Infelizmente, até agora, o Conselho de Direitos Humanos, no qual foi colocado tanto trabalho e esperança, tem sido uma decepção", disse ela. Uma das principais reclamações dos EUA sobre a ex-comissão foi que ela gastava muito tempo criticando Israel. O principal órgão de direitos humanos da ONU, que assumiu após o fim da Comissão de Direitos Humanos, em junho, sediou duas sessões especiais neste verão para discutir a ofensiva israelense no Líbano.

Agencia Estado,

13 Novembro 2006 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.