Pier Paolo Cito/AP
Pier Paolo Cito/AP

Conselho de ministros da Itália destina 5 milhões de euros para naufrágio

Operações de busca localizaram 16 vítimas do naufrágio e ainda há 23 desaparecidos

Ansa,

25 de janeiro de 2012 | 09h03

GROSSETO - O Conselho de Ministros da Itália vai destinar 5 milhões de euros (cerca de R$ 11,4 milhões) para operações relativas ao naufrágio do Costa Concórdia, que aconteceu no dia 13 de janeiro, em frente à ilha de Giglio.

 

Veja também:

som OUÇA: Capitão recebe ordens de voltar para o barco

tabela ESPECIAL: O naufrágio do Costa Concordia

 

A cifra está indicada no decreto do primeiro-ministro italiano Mario Monti por meio do qual nomeou o chefe da Defesa Civil, Franco Gabrielli, como comissário especial para cuidar do naufrágio, e declarou estado de emergência.

Gabrielli poderá usar o valor no trabalho de seis unidades, divididas entre militares e civis, às quais poderá acrescentar quatro unidades com contrato de colaboração por 126 mil euros (cerca de R$ 287 mil).

As operações de busca localizaram 16 vítimas do naufrágio. Ainda há outros 23 desaparecidos.

 

 
Tudo o que sabemos sobre:
Costa ConcordiaItálianaufrágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.