Conselho de Segurança da ONU chega a raro consenso para condenar Síria

O Conselho de Segurança da ONU chegou nesta quinta-feira a um raro consenso sobre a Síria, uma questão que tem dividido o órgão há dois anos, exigindo um fim à crescente violência e condenando as violações de direitos humanos pelos rebeldes e forças do governo.

Reuters

18 de abril de 2013 | 21h32

"A escalada da violência é completamente inaceitável e deve terminar imediatamente", disse o conselho em um comunicado sem vínculo jurídico.

Depois de uma discussão sobre a piora da situação humanitária na Síria, o conselho formado por 15 países também "condenou as violações generalizadas dos direitos humanos pelas autoridades sírias, assim como quaisquer abusos de direitos humanos por grupos armados".

(Reportagem de Louis Charbonneau)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUCOMUNICADOSIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.