Wael Hamzeh/Efe
Wael Hamzeh/Efe

Conselho de Segurança da ONU condena ataque 'terrorista' no Líbano

Em comunicado, CS exigiu o fim das tentativas de desestabilizar o país por meio de assassinatos políticos

Reuters

19 de outubro de 2012 | 18h24

NAÇÕES UNIDAS - O Conselho de Segurança da ONU condenou um ataque a bomba nesta sexta-feira, 19, que matou uma importante autoridade da segurança libanesa, Wissam al-Hassan, amplamente vista como inimigo da Síria, e outras sete pessoas.

"Os membros do Conselho de Segurança condenam fortemente o ataque terrorista de 19 de outubro de 2012 em Beirute que matou o brigadeiro-general Wissam al-Hassan", afirmou o Conselho formado por 15 países em comunicado aprovado por unanimidade.

O CS exigiu o fim das tentativas de desestabilizar o Líbano por meio de assassinatos políticos. "Os membros do Conselho de Segurança reiteraram sua condenação inequívoca de qualquer tentativa de desestabilizar o Líbano por meio de assassinatos políticos e exigiram um fim imediato do uso de intimidação e violência contra figuras políticas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.