Conselho de Segurança da ONU manifesta preocupação com violência em Gaza

O Conselho de Segurança da ONU expressou nesta quarta-feira "grave preocupação" com a retomada das hostilidades entre Israel e palestinos na Faixa de Gaza e exortou as partes a retomar as negociações para alcançar urgentemente um "cessar-fogo sustentável e duradouro".

REUTERS

20 de agosto de 2014 | 20h03

O Conselho de Segurança, composto por 15 países membros, também "exortou as partes a evitar a escalada da situação e chegar a um cessar-fogo humanitário imediato", disse o embaixador britânico na ONU, Mark Lyall Grant, que preside o conselho em agosto.

As hostilidades recomeçaram na terça-feira, quebrando um período de calmaria de 10 dias, que tinha sido a pausa mais longa nos combates desde que Israel lançou sua ofensiva em Gaza em 8 de julho na tentativa de acabar com o lançamento de foguetes contra seu território.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUGAZACONSELHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.