Conselho de Segurança da ONU pede fim das hostilidades em Gaza

Em declaração, entidade fez um apelo pelo respeito das leis humanitárias e um cessar-fogo entre Israel e Hamas

O Estado de S. Paulo

21 de julho de 2014 | 08h50

WASHINGTON - O Conselho de Segurança (CS) da ONU pediu neste domingo a imediata cessação de hostilidades na Faixa de Gaza e expressou sua séria preocupação com a escalada da violência na região. Em declaração lida pelo presidente do conselho, o ruandês Eugene Gasana, a ONU fez um apelo pelo respeito das leis humanitárias internacionais, incluindo a proteção dos civis e insistiu na necessidade de conseguir tréguas entre as duas partes por razões humanitárias.

O texto defendeu ainda um cessar-fogo entre Israel e o Hamas, que deve ter como base os convênios assinados em novembro de 2012 que permitiram a cessação de hostilidades em Gaza.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon viaja pelo Oriente Médio para impulsionar com líderes regionais um cessar-fogo. Na capital do Catar, Doha, Ban se reuniu com líderes palestinos e com autoridades catarianas. Depois desta etapa foi para o Kuwait para depois continuar com sua viagem ao Cairo, Jerusalém, Ramallah e Amã. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
GazaIsraelONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.