Conselho de Segurança pede cessar-fogo humanitário em Gaza

O comunicado expressa forte apoio a "um cessar-fogo humanitário e incondicional, permitindo a entrega da assistência urgentemente necessária" a Gaza, onde as tropas de Israel e o Hamas estão lutando há quase três semanas.

Michele Nichols, REUTERS

28 Julho 2014 | 07h22

O Conselho de Segurança da ONU chegou a um acordo no domingo à noite para um comunicado pedindo a Israel, aos palestinos e aos militantes do Hamas que implementem uma trégua humanitária que se estenda além do feriado muçulmano do Eid al-Fitr e se envolvam em esforços para alcançar um cessar-fogo durável.

Todos os 15 membros do Conselho concordaram com o comunicado, disseram diplomatas, e ele entrou em vigor formalmente à meia-noite de domingo.

Moradores da Faixa de Gaza e testemunhas da Reuters disseram que os bombardeios de Israel e o lançamento de foguetes do Hamas diminuíram aos poucos no domingo, indicando que uma trégua de fato estava sendo implementada antes do feriado do Eid al-Fitr, que começa nesta segunda-feira.

Mais conteúdo sobre:
ONUCSISRAELHAMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.