Conselho de Segurança quer reforçar controle sobre materiais nucleares e biológicos

À medida que cresce a preocupaçãocom relação aos programas de armas no Iraque e na Coréia do Norte, o Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) adotou por unanimidade nesta segunda-feira umaresolução que resgata a urgência da guerra global contra o terrorismo e pede mais controle sobre materiais químicos, biológicos e nucleares. O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, abriu a reunião de chanceleres do CS alertando que o mundo enfrenta hoje "uma grave e crescente ameaça do terrorismo internacional" e pediunovos esforços para evitar a disseminação de armas de destruição em massa. Ao mesmo tempo em que defendeu que "não há desculpa para o terrorismo", ele avisou que tal argumento não deve ser utilizado para "demonizar" opositores políticos, negar reivindicações legítimas, coibir a liberdade de expressão ou violar os direitos humanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.