Conselho do Taleban paquistanês busca novo líder

O principal conselho do Taleban do Paquistão se reuniu neste sábado para escolher um novo líder, que substituirá Hakimullah Mehsud, morto na sexta-feira durante uma operação dos EUA. A morte de Mehsud foi confirmada por um porta-voz do grupo.

AE, Agência Estado

02 de novembro de 2013 | 09h52

Mehsud perdeu a vida em uma vila nos arredores de Miran Shah quando vários mísseis disparados de aviões não tripulados, conhecidos como drones, dos EUA atingiram o complexo onde o líder se encontrava. Mehsud havia acabado de chegar no local quando a ofensiva começou. Quatro outros militantes também morreram na operação, incluindo o primo, o tio e um dos guardas de Mehsud.

"Nós estamos orgulhos sobre o martírio de Hakimullah Mehsud", disse Azam Tariq, representante do grupo na área tribal de Waziristão do Sul. A fala do porta-voz foi a primeira a confirmar a morte do líder.

Azam Tariq também disse que o grupo deverá escolher um substituto nos próximos dias. Segundo oficiais e comandantes do Taleban paquistanês, o Conselho Shura, que reúne altos membros do grupo, se reuniram em um local não identificado neste sábado na área tribal de Waziristão do Norte, mesma região do ataque contra Hakimullah Mehsud.

Os dois candidatos na disputa para substituir Mehsud são Mullah Fazlullah e Khan Sayed. O primeiro é o chefe do Taleban paquistanês na região de Swat Valley, mesma área onde a jovem Malala Yousafzai foi atacada por defender o direito à educação das meninas. Já o segundo candidato é um dos líderes de Waziristão do Sul.

Omar Khalid Khurasani, que lidera o braço do grupo na área tribal do Mohmand, também está na disputa, disseram fontes. Mas ele não é visto como um forte candidato. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
paquistãotalebanlíder

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.