AP Photo/Ebrahim Noroozi
AP Photo/Ebrahim Noroozi

Conselho dos Guardiões do Irã confirma lei de acordo nuclear

O Conselho dos Guardiões, formado por seis clérigos muçulmanos apontados pelo líder supremo e seis advogados eleitos pelo Parlamento, tem a função de garantir que projetos de lei não contrariem leis religiosas ou a Constituição iraniana

O Estado de S. Paulo

14 Outubro 2015 | 14h41

DUBAI - O Conselho dos Guardiões do Irã ratificou nesta quarta-feira, 14, a lei que aprova o acordo firmado entre Teerã e seis potências mundiais sobre o programa nuclear iraniano, permitindo ao governo implementar o pacto, informaram a agência de notícias estatal Irna e outras agências.

O Parlamento aprovou na terça-feira a lei por ampla maioria, em uma vitória do governo do presidente Hassan Rouhani sobre oponentes conservadores sobre o acordo de 14 de julho.

O Conselho dos Guardiões, formado por seis clérigos muçulmanos apontados pelo líder supremo e seis advogados eleitos pelo Parlamento, tem a função de garantir que projetos de lei não contrariem leis religiosas ou a Constituição iraniana.

"A maioria do Conselho dos Guardiões não viu a lei... como contra a lei religiosa e a Constituição", disse o porta-voz do conselho, Nejatollah Ebrahimian, segundo a agência de notícias Fars. / REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.