Conselho francês rejeita imposto de 75% sobre riqueza

O Conselho Constitucional da França rejeitou neste sábado o plano de taxar em 75% a renda superior a 1 milhão de euros (US$ 1,32 milhão) no país. A medida foi uma das principais promessas do presidente François Hollande durante sua campanha e havia sido aprovada para o orçamento de 2013. O conselho também não aceitou os novos métodos para calcular o imposto sobre riqueza.

AE, Agência Estado

29 de dezembro de 2012 | 09h53

Segundo críticos, a proposta ajudaria pouco na resolução dos problemas fiscais e levaria os cidadãos ricos a deixarem a França, como fez recentemente o ator Gerard Depardieu, que se mudou para a Bélgica. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.