Conselho governamental do Iraque pode ser anunciado amanhã

O governo provisório iraquiano conduzido pelos Estados Unidos dava neste sábado os últimos retoques antes da instalação de um conselho governamental - o primeiro corpo político do Iraque após a queda do regime de Saddam Hussein. Apesar disso, ainda não foi definida uma data para que o conselho comece a trabalhar, mas "se tudo der certo, pode ser que as atividades sejam iniciadas amanhã", disse à The Associated Press uma fonte diplomática. O conselho terá entre 25 e 30 "iraquianos de destaque". Os sete principais grupos de oposição reuniram-se hoje em Bagdá e espera-se que um último encontro ocorra amanhã na capital iraquiana para que os últimos detalhes sejam acertados, comentou Adel Noory Mohammed, líder da União Islâmica do Curdistão, um dos grupos envolvidos na negociação. Enquanto isso, o Exército dos EUA devolveu à polícia iraquiana o controle sobre a conturbada cidade de Faluja, a oeste de Bagdá. Esta é a primeira vez que as tropas aliadas de ocupação aceitam entregar às autoridades locais o controle sobre a aplicação das leis em um grande centro populacional iraquiano. De acordo com uma fonte, espera-se que as eleições para escolher um governo iraquiano totalmente soberano ocorram em algum momento entre o fim de 2004 e o início de 2005. Entretanto, a violência continua no Iraque. Policiais militares americanos que guardavam uma prisão em Bagdá foram atacados na manhã de hoje, mas não há informações sobre vítimas, disse o coronel Todd Pruden, porta-voz do Exército dos EUA. Segundo ele, um soldado americano morreu e outro ficou ferido em um "incidente não-hostil". Ele não revelou detalhes sobre o caso.

Agencia Estado,

12 Julho 2003 | 15h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.