Federico Parra / AFP
Federico Parra / AFP

Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela veta candidatura de líder opositora

Para ex-deputada, que está proibida de exercer cargos públicos, esse é mais um ataque do sistema contra ela

O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2015 | 19h25

CARACAS - O Conselho Nacional Eleitoral venezuelano negou nesta segunda-feira, 03, a inscrição da líder opositora María Corina Machado como candidata nas eleições legislativas do dia 6 de dezembro.

A ex-deputada, que está proibida de exercer cargos públicos, disse que esse é mais um ataque do sistema contra ela. “Não querem permitir meu nome como deputada na Assembleia Nacional”, afirmou.

Corina foi notificada de sua desqualificação no dia 13 de julho, ao receber um documento que a impede de exercer cargos públicos por um ano.

A ex-deputada, ao lado do líder opositor Leopoldo López, ajudou a promover o movimento “La Salida”, que visa forçar a renúncia do presidente Nicolás Maduro por meio de manifestações de rua.

Corina foi destituída como parlamentar pela maioria chavista depois de ter sido convidada a representar o governo do Panamá em uma reunião da Organização dos Estados Americanos (OEA), o que é proibido pela Constituição venezuelana. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.