Conselho tribal não reconhece governo golpista em Fiji

O Grande Conselho de Chefes tradicionais de Fiji, uma das principais instituições do país, que detém o poder de escolher o presidente, anunciou nesta sexta-feira que não reconhece o governo instaurado pelo golpe de Estado.Segundo informações do site do jornal Fiji Times, o Conselho afirma que o verdadeiro presidente do país é Josefa Iloilo, cujo cargo é desempenhado desde o golpe pelo chefe do Exército, Frank Bainimarama.Bainimarama assumiu o posto ao dar o golpe e nomeou como primeiro-ministro Jona Senilagakali, após depor Laisenia Qarase.Qarase prometeu que voltará a Suva, a capital do país, para restaurar seu governo eleito e não reconheceu a autoridade de Bainimarama.O comandante militar avisou que se o Conselho de Chefes não eleger um presidente o poder militar governará Fiji durante anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.