Conservação do rosto de João XXIII será analisada

A conservação do rosto "intacto e sorridente" de João XXIII é um "dom de Deus" que deve ser avaliada por especialistas, afirmou hoje o cardeal secretário de Estado do Vaticano, Angelo Sodano. Quanto à possibilidade de ser um milagre, Sodano disse que tudo é possível, mas advertiu: "Vamos deixar isto a cargo dos especialistas; eu, como sacerdote e como bispo, não entro em campo que não é o meu. Se for verdade é mais uma prova da presença de Deus na vida do grande pontífice".Sodano falou de sua "grande emoção" quando, em 16 de janeiro passado, foi aberto o caixão de João XXIII. "Foi uma grata surpresa, como qualquer de nós teria ao ver o rosto de uma pessoa querida se sua sepultura fosse aberta depois de alguns anos", explicou o cardeal. "É verdade que o rosto (do falecido papa) parecia intacto, sorridente. Seja devido a um dom da natureza ou a um dom da Graça, de qualquer forma é um dom de Deus", afirmou. Além da preservação do rosto de João XXIII, fontes do Vaticano indicaram que peritos e religiosos estão examinando o caso de um jovem italiano da Umbria que padecia de grave enfermidade e obteve uma cura inexplicável e repentina em 3 de setembro passado, atribuída à intercessão do pontífice.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.