Conservador é eleito presidente da Lituânia

O ex-primeiro-ministro lituano conservador Roland Paksas, foi eleito inesperadamente presidente da Lituânia neste domingo, vencendo o atual chefe de Estado, Valdas Adamkus, apontado como favorito.Paksas obteve 55,11% dos votos e Adamkus, 44,89%, apuradas 95% das urnas. Cerca de 48,42% dos eleitores compareceram às urnas.No primeiro turno, em 22 de dezembro, houve 50% de comparecimento. Hoje à noite, Adamkus reconheceu a derrota e felicitou o candidato rival, que assume em fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.