Dan Kitwood / AP
Dan Kitwood / AP

Conservadores caminham para maior vitória no Reino Unido desde 1987, diz pesquisa

Segundo o instituto YouGov, que previu o resultado eleitoral de 2017 com exatidão, Partido Conservador deve conquistar 359 das 650 cadeiras

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2019 | 12h01

LONDRES - O Partido Conservador do Reino Unido está a caminho de obter sua maioria mais contundente no Parlamento britânico desde 1987, segundo uma pesquisa divulgada hoje pelo instituto de pesquisas You Gov. Segundo a projeção, os tories devem obter 359 das 650 na eleição de 12 de dezembro . Esse resultado, em tese permitiria que o primeiro-ministro Boris Johnson  aprovasse um novo acordo para o Brexit

O modelo estatístico do YouGov, que previu o resultado eleitoral de 2017 com exatidão, mostrou que os conservadores devem ter seu melhor resultado desde a vitória de Margaret Thatcher em 1987. Johnson prometeu concluir o Brexit até 31 de janeiro.

De acordo com o modelo, os conservadores ganharão 47 vagas: 44 dos trabalhistas, duas dos liberais-democratas e aquela anteriormente ocupada pelo presidente do Parlamento. Os trabalhistas não devem conquistar nenhuma cadeira nova

As negociações seguem em aberto desde o começo do ano, sem que o Parlamento aceitasse um acordo com Bruxelas. O prazo para a saída do país da UE já foi adiado duas vezes.  

Para Entender

A cronologia do Brexit

Decisão de sair da União Europeia deixou os britânicos com a tarefa de conduzir o processo sem fazer um rompimento brusco; relembre

“A guinada para o Partido Conservador é maior em áreas que votaram pelo Brexit em 2016, e o grosso dos ganhos projetados para os conservadores vem do norte e do centro da Inglaterra”,disse Anthony Wells, diretor de pesquisa política e social do YouGov.

A libra esterlina, que subiu quando os rumores sobre os resultados da pesquisa circularam, disparou quando ela foi publicada, aumentando meio centavo em minutos e atingindo uma alta diária de US$ 1,2948.

Possível cenário

O Partido Trabalhista, principal sigla da oposição, deve garantir 211 cadeiras, menos do que as atuais 262, segundo o YouGov. O Partido Nacional Escocês (SNP) deve levar 43, os liberal-democratas, 13 e o Partido do Brexit, que abandonou a disputa em distritos onde era competitivo para apoiar Johnson,  não deve conquistar assentos.

O YouGov compilou dados de mais de 100 mil entrevistas feitas ao longo de sete dias, além de dados demográficos, circunstâncias específicas de redutos eleitorais e estatísticas nacionais para sua projeção./ REUTERS

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.