Constituição permite a volta de Aristide, reforça Préval

O presidente eleito do Haiti, René Préval, voltou a dizer nesta quarta-feira que a constituição permite o retorno do ex-presidente Jean-Bertrand Aristide ao país, mas afirmou que não influirá na decisão do ex-governante, que manifestou sua intenção de retornar do exílio na África do Sul."Aristide pode voltar ao país quando quiser, pois as leis assim o permitem", disse Préval na primeira entrevista coletiva que concedeu após ser proclamado presidente eleito. Ele citou o artigo 41 da Constituição do país que diz que nenhum cidadão haitiano precisa de visto para entrar ou sair do país.As conseqüência do retorno do ex-presidente ao país ainda são incertas. Funcionários do governo interino afirmam que Aristide pode responder por acusações de corrupção e outros crimes, apesar de não terem sido emitidas acusações. Os Estados Unidos advertiram que o retorno do ex-presidente poderá desestabilizar o país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.