Construtoras brasileiras doam para campanha de Toledo

Construtoras brasileiras que mantêm obras de infraestrutura no Peru, como a Camargo Correa e a Queiroz Galvão, estão entre as maiores doadoras para a campanha eleitoral do candidato à presidência do Peru, Alejandro Toledo, que já foi presidente do país entre 2001 e 2006.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

09 de fevereiro de 2011 | 18h59

Toledo tentará voltar ao cargo nas eleições de abril deste ano. No total, três construtoras brasileiras (Queiróz Galván S.A., Galvão Engenharia S.A. e Camargo Correa S.A.) doaram 530 mil soles peruanos à campanha de Toledo, o que equivale a US$ 190 mil.

Toledo é candidato pela coalizão Alianza Perú Possible, que reúne seu próprio partido, Perú Possible, a Acción Popular e Partido Democrático Somos Peru. Segundo pesquisas feitas com o eleitorado, divulgadas pela agência de notícias Associated Press, Toledo tem 30% das intenções de voto e estaria em primeiro lugar.

As informações financeiras detalhadas foram divulgadas no website do Escritório Nacional de Informações Eleitorais (Onpe, na sigla em espanhol/www.web.onpe.gob.pe), a maior autoridade eleitoral do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.