Cônsul da Espanha no Irã é preso por quatro horas pela polícia

Não há informações sobre o que motivou detenção, que ocorreu em frente à representação espanhola

Efe,

14 de fevereiro de 2011 | 17h13

Atualizado às 17h55

 

Manifestantes fogem da polícia em Teerã. Foto: Efe/Reprodução

 

TEERÃ - O cônsul da Espanha no Irã, Ignácio Pérez Cambra, ficou quatro horas preso nesta quarta-feira, 14, antes de ser libertado, informaram fontes diplomáticas. Quatro homens à paisana da polícia iraniana prenderam o diplomata em frente à representação espanhola em Teerã. Não ficou claro por quais motivos o diplomata foi detido

 

Veja também:

especial Infográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

mais imagens Galeria de fotos: veja imagens dos protestos

Teerã vive um dia de protestos, os primeiros desde as eleições de 2009, na qual o presidente Mahmoud Ahmadinejad foi acusado de fraude.

 

Leia ainda:

linkMousavi alega estar em prisão domiciliar

linkSimpatizantes e opositores do governo se enfrentam no Iêmen

linkArgélia promete pôr fim a estado de exceção

linkPremiê da Autoridade Palestina dissolve gabinete

linkManifestantes e policiais entram em confronto no Bahrein

 

* Devido à proibição do governo iraniano, as agências de notícias não podem tirar fotos dos protestos

Tudo o que sabemos sobre:
Protestos no IrãIrãprimavera árabe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.