Consulado da Índia no Afeganistão é alvo de atentado

O consulado da Índia na cidade Jalalabad, no Afeganistão, próxima à capital Cabul, foi alvo de um atentado a bomba na manhã deste sábado. A explosão matou nove pessoas, seis delas crianças. Ao menos outras 24 pessoas, incluindo um policial, ficaram feridas no ataque. Este foi o primeiro grande atentado no país desde o início do Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

03 de agosto de 2013 | 09h49

Três suicidas dirigiram um carro carregado de explosivos até um posto de controle, que levava para o consulado, mas não conseguiram passar pela barreira de segurança, disse o porta-voz da província de Nangarhar, Ahmad Zia Abdulzai. A polícia atirou contra os militantes e, em seguida, o carro explodiu.

Nenhuma autoridade indiana ficou ferida com a explosão, informou o porta-voz do Ministério do Exterior da Índia, Syed Akbaruddin. "Todos os funcionários estão seguros", afirmou, acrescentando que a pasta está em contato com o consulado.

Ninguém reivindicou imediatamente a responsabilidade pelo ataque. O Taleban negou que o grupo esteja envolvido no atentado deste sábado. Instalações diplomáticas da Índia no Afeganistão já foram alvo de ataques em 2008 e 2009,. Nos dois atentados, 75 pessoas morreram. Em 2009, o Taleban reivindicou a responsabilidade pelo ataque de um homem-bomba à embaixada indiana em Cabul.

"Esses ataques covardes não impedirão a Índia de fornecer reconstrução e assistência ao desenvolvimento do nosso verdadeiro amigo, o Afeganistão", publicou a Embaixada da Índia em sua página no Twitter. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.