Consulado dos EUA reabre em SP

O Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, situado na região dos Jardins, que estava fechado desde a terça-feira passada, foi reaberto hoje. O atendimento havia sido suspenso por causa dos atentados terroristas nos Estados Unidos. No momento da reabertura, a consulesa Carmem Martinez agradeceu a solidariedade do povo brasileiro e afirmou que não houve mudança na política de concessão de vistos. Ela salientou que o órgão está ainda mais atento às pessoas que estão querendo ingressar nos Estados Unidos. A Rua Padre João Manuel, onde fica o consulado, continua interditada desde a Alameda Lorena até a Rua Oscar Freire. Além disso, para entrar na área restrita, cada carro é vistoriado. Aviões vaziosA consulesa Carmem Martinez reconheceu que deverá ocorrer uma queda no número de pedidos de visto devido à redução de vôos para o seu país. Um prova disso são os vôos que decolam do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, praticamente vazios. Segundo a Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (ABAV), as viagens para os Estados Unidos já diminuíram e os aviões das empresas aéreas nacionais voam vazios para buscar brasileiros que estão lá querendo retornar para casa. Quem comprou passagens aéreas para os Estados Unidos, segundo a ABAV, deverá ter o dinheiro de volta. Para isso, todas as empresas estão sendo aconselhas para que façam o possível no sentido de devolver o numerário aos interessados.Para quem comprou pacotes de viagens com destino aos Estados Unidos, o reembolso e o cancelamento do contrato e o possível reembolso de dinheiro deverá ser discutido diretamente com os agentes de viagem. A assessoria da ABAV informou que cada contrato de pacote de viagem é diferente e as cláusulas de cada acordo devem ser respeitadas. A recomendação é para que os interessados discutam com os agentes de viagem para chegar a uma solução de acordo com cada pacote.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.