Consulado em NY acompanha caso de advogado detido em aeroporto

Um representante do consulado brasileiro deverá acompanhar na próxima sexta-feira a apresentação do advogado paulista Nelson Tabacow Felmanas a uma corte judicial de Nova York.Felmanas foi detido no sábado, no Aeroporto La Guardia, e pesam sobre ele acusações de distúrbio da ordem pública e fornecimento de informações falsas. Ao responder a uma agente de segurança sobre o que levava em sua bagagem, ele respondeu: "Dois revólveres e uma dinamite."O advogado, que embarcaria num vôo para Chicago e depois faria conexão para Londres, onde visitaria uma filha, passou a noite de sábado para domingo detido no aeroporto. Mesmo depois de ele pagar fiança e ser liberado, sua bagagem continuou presa pela polícia.Segundo um amigo, Felmanas foi detido "por ter feito uma ironia que não foi compreendida por causa da diferença cultural de interpretação".Felmanas, que está hospedado num hotel na região central de Manhattan, contratou advogados norte-americanos para defendê-lo."Este não é o primeiro caso de brasileiros detidos nos aeroportos daqui por problemas semelhantes", comentou o cônsul-geral do Brasil em Nova York, Flávio Perri.O diplomata espera que não ocorram complicações para a liberação de Felmanas. Mas explicou que a chancelaria brasileira pouco pode fazer em relação a isso."Vamos acompanhar a audiência para garantir que os direitos dele, sob a legislação norte-americana, sejam garantidos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.