Consultores dos EUA são atacados na Colômbia

Consultores militares norte-americanos contratados pelo governo dos Estados Unidos enfrentaram fogo rebelde durante o resgate da tripulação de um helicóptero abatido pertencente à polícia colombiana durante uma missão antinarcóticos, informaram a polícia local e oficiais norte-americanos nesta quarta-feira. O resgate arriscado ocorrido no domingo ilustra o papel desempenhado pelos consultores militares norte-americanos no crescente envolvimento de Washington na guerra contra as drogas neste país sul-americano e os riscos que eles enfrentam. O incidente ocorreu em meio a uma das missões de incentivo à erradicação de coca financiadas por Washington, dias depois de as autoridades envolvidas terem classificado o primeiro mês de operações como um sucesso e considerado surpreendente o fato de ter havido pouca resistência. A equipe de resgate - formada por cidadãos norte-americanos contratados pela Secretária de Estado dos EUA para trabalhar em seu programa de erradicação de plantações de coca na Colômbia - atravessou o fogo cruzado no departamento sulista de Caquetá e resgatou o co-piloto da aeronave policial abatida, um mecânico e um atirador de elite, disse o coronel Carlos Rivera, chefe de operações aéreas da polícia federal colombiana.

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2001 | 22h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.