Consumo de carne cai 18% na Europa

O consumo de carne na União Européia (UE) está 18% menor este mês em comparação com outubro do ano passado, segundo números divulgados hoje pela Comissão Européia (UE). Apesar da forte queda, o nível é menor que o registrado em março, quando o consumo ficou 23% abaixo do de outubro, mês em que os problemas relativos à doença da vaca louca começaram a se agravar nos países da região.A queda de demanda é mais forte na Alemanha. O país consome 40% menos carne que seis meses atrás. A Itália registra recuo de 30% e a França e Espanha, 20% cada um.Os preços pagos pelo bovino macho cresceram e agora atingem mais de 71% do nível de preço anterior à crise da vaca louca. A Comissão adverte, no entanto, que esse aumento de preços também pode ser atribuído às festividades de Páscoa.Até 20 de abril, mais de 481 mil animais (cerca de 160 mil toneladas de carne) foram eliminados por suspeita de contaminação pela doença. A Comissão também informa que devido à febre aftosa os 15 países da UE, juntos, perderam 73% de seu mercado de suínos e 31% do mercado de aves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.